Vera Cruz

NON NOBIS SOLUM


    Meu Mentor, Meu Amigo

    Compartilhe
    avatar
    Admin
    Admin

    Mensagens : 238
    Data de inscrição : 27/07/2011
    Idade : 22
    Localização : Complexo Administrativo

    Meu Mentor, Meu Amigo

    Mensagem  Admin em Dom Out 30, 2011 1:32 pm

    Adriano_ii escreveu:[hrp]Meu Mentor, Meu Amigo

    Ao Leitor

    Caro leitor, o presente ensaio trata-se da realização de um desejo a muito alimentado, já li diversos livros, que me entretém em diversas ocasiões em minha vida, mas eu precisava de algo mais esclarecedor sobre diversas questões, e uma delas é o papel do Mentor. Muitas vezes este cargo é apenas uma ocupação ocasional em que o ocupante apenas acrescenta mais um título ao seu currículo, não vêem, no entanto o quanto este cargo é importante pra o desenvolvimento principalmente social, mas com forte influência no lado político e econômico do reino. Diante disso, desejo a tu uma boa leitura e espero que traga de alguma forma uma luz neste assunto.

    Capitulo I – Eu, mentor

    É muito comum aquele que ocupa o cargo de mentor, achar que basta ter o nome na casa do povo e mais um título no currículo, que está tudo feito. Ledo engano, ser mentor exige comprometimento e responsabilidade, trata-se nada mais nada menos do que um cargo de suma importância no desenvolvimento do reino, pois é justamente o mentor que lida diretamente com o público. Ao nascer o primeiro contato via correio que um individuo tem é com um mentor, este o instrui nos passos que deverá seguir ao longo da sua jornada rumo ao próximo nível, é também o mentor que recebe os recém – chegados na povoação, ou seja, deve o mentor ser o braço direito de todo prefeito. Se deparares então com este cargo em vossas mãos, assuma-o com responsabilidade, cumpra com seu dever, não pense nele apenas como um cargo aleatório, se tu o ocupas é por que de alguma forma o prefeito e a população confia em sua pessoa, faça por merecer este cargo, que o prefeito lhe atribui.

    Capitulo II – Minha responsabilidade

    Ao assumir a cadeira de mentor tu recebes um escritório particular, onde tu poderás acompanhar a população, quem nasce e quem morre, ou quem viaja. Lá também poderás criar um texto que esclareça aos novos moradores que melhor caminho seguir. Saiba que você é quem poderá definir se um morador permanece vivo ou não, pois o teu texto deverá estimular o novo morador a permanecer vivo. Suas responsabilidades vão além de cuidar de uma maternidade, que a propósito deve ser criado uma em sua povoação, nada mais belo do que o nascimento de um novo morador, é o ciclo vital, novas caras, novas idéias. Seu cargo lhe proporciona lidar com os viajantes, dar-lhes as boas vindas e se despedir deles, deixando uma boa impressão da sua povoação. Também deverá encontrar maneiras de divulgar a tua povoação pelo reino, e divulga os reinos em espaços fora do reino (ooc: fóruns externos, e-mails, blogs), a afim de que o reino prospere, assim serão mais moradores, mais mão de obra, mais apoio, inevitável fortalecimento do nosso reino. Outra atribuição do teu cargo é manter atualizado os teus relatórios, a fim de manter o controle de natalidade, mortalidade, migração e imigração.

    Capitulo III – A quem me reportar

    Hoje quem rege as funções, ações e atribuições dos mentores, é o MANM (Mentores e Amigos para os Novos Moradores). Este órgão regulariza e orienta os mentores na realização de suas atividades. É nas instalações do MANM, que relatórios diários deverão ser entregues, reuniões para definir o rumo dos mentores deverão lá ser realizadas. As reuniões são importantes, para manter ativos os habitantes do reino, e manter atualizados os mentores, sobre as metas a serem alcançadas, novos rumos para a mentoria. Se tu tiveres alguma dúvida do que fazer, será através dos membros do MANM que encontrará a resposta a vossos questionamentos. Este órgão ainda poderá oferecer instrução especializada na sua área.

    Cada condado conta com um Coordenador Regional, para auxiliar os mentores, além de ser responsabilidade deles, manter os mentores ativos no MANM, fornecer as informações necessárias aos mentores. E os mentores deverão sempre estar em contacto com seus coordenadores, meus amigos, isso é fato, todo trabalho só alcança êxito, se bem organizado, se houver comprometimento das partes envolvidas e das que porventura tem interesse ou disponibilidade de se envolver, e o contacto com os coordenadores é um ponto importante na busca pelo êxito nos trabalhos realizados.

    Capitulo IV – Meu amigo

    Todo recém nascido precisa de orientação, todo viajante precisa se sentir acolhido e todo morador, precisa de um guia e é tu, mentor, que irá proporcionar isso. Deves compreender que é preciso formar um laço de amizade com todos que dependem de você para se sentir bem e útil na sua povoação. Mesmo que talvez o prefeito não seja comprometido com as funções dele, você deve ser com sua. Aristóteles prega a amizade e como seguidores de seus ensinamentos, devemos nós levar isso adiante. Torne-se amigo do teu vizinho, do recém – nascido, do viajante, ou melhor, de todos ao teu redor e fortaleça esse sentimento.

    Capitulo V – Clones

    Vamos quebrar um tabu que a muito vem sendo pregado, sabemos que existem clones, isso é fato, infelizmente é fato. No entanto, não podemos taxar a todos principalmente aos recém – nascido como clone, primeiro que talvez ele nem seja, e só de ser renegado, já se sente desestimulado a permanecer vivo, segundo, tu é quem pode estar plantando na mente deste recém-nascido a idéia dele se tornar meliante. Se suspeita que alguém é um clone, mantenha olho vivo, fique atento as ações, denuncie se for preciso, mas não recrimine nem o recém – nascido nem o viajante por acreditar ser ele um clone. Se porventura, seja alguém conhecido pela pratica de feitiçaria, como dito antes, mantenha-se em alerta.

    Capitulo VI – Tavernas e fórum

    Um ótimo lugar para se manter uma amizade forte é no fórum e nas tavernas. As tavernas proporcionam um ambiente amistoso, onde podemos conversar, beber e nos alimentar das iguarias regionais. Creio que quem se alimenta em uma tasca, sai de lá estufado e feliz. Aproveitar das tavernas para desenvolver conversas descontraídas é uma óptima táctica, se bem que pelo que ando vendo algumas tavernas tornaram-se locais para se tirar uma bela soneca, não sei o motivo, cansaço ou estalagens caras, mas enfim, tirando este pormenor, as tavernas são pontos de encontro e divertimentos garantidos.

    Os fóruns também devem ser usados para esta integração, um dos papeis do mentor, é estimular ao morador a utilizar o fórum, além de ser local de debates, muitas festas, homenagens e declarações podem ser ali realizadas. Então caro mentor, não perca essa oportunidade, seja tu a fazer a diferença, não deixe a tua povoação tornar-se fantasma.


    Epilogo

    Creio que diante de tudo que foi dito, é possível compreender, qual o papel do mentor e o quão ele é importante para o reino. A palavra mentor deve vir seguida de amigo, pois é isso que todo mentor é e deve ser um amigo para qualquer circunstância, qualquer eventualidade.

    “A amizade não é apenas necessária, mas também nobre, pois louvamos os homens que amam os seus amigos e considera-se que uma das coisas mais nobres é ter muitos amigos. Ademais pensamos que a bondade e a amizade encontram-se na mesma pessoa.” Aristóteles [Ética de Nicomaco]

    Enfim, o mentor é peça fundamental do reino e este cargo deve ser entregue aqueles que têm comprometimento com o reino, porque ser mentor, é ser guia, é ser amigo, responsável e ativo.

    Adriano II
    [/hrp]


    _________________

      Data/hora atual: Ter Dez 12, 2017 3:19 am